Ser miembro de un cuerpo académico en una escuela normal: sentidos y tensiones

Being a member of an Academic Body in a Normal school: meanings and tensions . Ser membro de um corpo acadêmico em uma escola normal: sentidos e tensões

  • Maricruz Aguilera Moreno
  • Zoila Rafael Ballesteros
  • Inés Lozano Andrade

Resumen

Esta investigación de corte cualitativo realizada en el 2019 recupera los significados que miembros de los Cuerpos Académicos (Cas) registrados ante el Programa para el Desarrollo Profesional Docente (Prodep) de una escuela normal en la Ciudad de México atribuyen a su participación y permanencia dentro de un Ca, del cual se espera la realización de tareas e investigaciones en el marco de un desarrollo profesional que busca no solo la construcción sino también el fortalecimiento en su formación como investigadores. A través de este estudio, se logró conocer aquello que les implica pertenecer a un CA y estar obligados a generar conocimiento nuevo; las condiciones que institucional, profesional y personalmente deben desarrollar para producirlo y el tipo de conocimiento adquirido, lo cual aparentemente no solo fortalece el campo sino también su habitus. Con este estudio se concluye que los miembros de los diversos CAs entrevistados consideran que la “generación de conocimiento” en las normales es un acontecimiento asociado a un proceso vivo, no teórico, que emerge de la interacción con los otros miembros de los CAs y que genera el conocimiento académico requerido, pero también les deja una ganancia en el orden de lo individual y colectivo.

Palabras clave: Investigación científica, cuerpos académicos, escuelas normales, formación de investigadores, formación docente.

This qualitative research carried out in a Mexico City Normal School during 2019 reveals the meanings members of Academic Bodies (ABs) registered in a Program for Professional Development of Teachers (Prodep, for its initials in Spanish) convey to their participation and permanence within their AB. As usual, in an AB, it is expected these members carry out research and other professional development tasks that aim at not only the construction of knowledge but also their development as researchers. Through this study, it was learnt what these professionals think about their belonging to an AB and their generating new knowledge; what institutional, professional and individual requirements are needed to achieve this, and the type of knowledge acquired to develop their habitus. This research concludes these BA members consider the "generation of knowledge" in a Normal school an event associated with a living process, not only a theoretical one, emerging from the interaction with members of other BAs, and the resulting academic knowledge provides individual and collective gains.

Keywords: knowledge generation, academic body, Normal schools, research habitus.

Esta pesquisa de corte qualitativo realizada em 2019 recupera os significados que membros dos Corpos Acadêmicos (Cas) registrados ante o Programa para o Desenvolvimento Profissional Docente (Prodep, por suas iniciais em espanhol), de uma Escola Normal na Cidade do México, atribuem a sua participação e permanência dentro de um Ca, do qual se espera a realização de tarefas e investigações no âmbito de um desenvolvimento profissional que visa não só a construção mas também o reforço da sua formação como investigadores. Através deste estudo, conseguiu-se conhecer aquilo que lhes implica pertencer a um Ca, e estar obrigado a gerar conhecimento novo; igualmente as condições que institucional, profissional e pessoalmente devem desenvolver para produzi-lo, e o tipo de conhecimento que desenvolveram e que não só fortalece o campo mas também seu habitus. Com este estudo conclui-se que os membros dos diversos Cas entrevistados consideram que a "geração de conhecimento" nas normais é um acontecimento associado a um processo vivo, não teórico, que emerge da interação com os outros membros dos Cas e que gera o conhecimento acadêmico requerido, mas também lhes deixa um ganho na ordem do individual e coletivo.

Palavras-chave: Investigação científica, corpo acadêmico, escolas normais, formação de investigadores,  formação de professores.

Cómo citar el artículo: Aguilera-Moreno, M., Rafael-Ballesteros, Z y Lozano-Andrade, I. (2021). Ser miembro de un cuerpo académico en una escuela normal: sentidos y tensiones. Atenas, Vol. 3 (55), 38-53.

 

 

Publicado
2021-06-07